A ceracotone de ontem

Uma doença ocular que preocupa milhares de pessoas, principalmente as mais velhas, por ser mais frequente por quem está com mais 45 anos de idade é a Ceracotone, a qual, causa uma grande canseira na vista e se não for corrigida a tempo, pode levar as pessoas a terem problemas bem mais sérios de visão, podendo até mesmo perder uma parte da visão.

Segundo os Oftalmologistas, quanto antes a Ceracotone for descoberta, mais barato é o tratamento e também mais fácil é a resolução dessa doença, a qual, afeta mais de 2 milhões de brasileiros.

Essa doença não tem uma causa específica, mas muitos médicos acusam a hereditariedade com um fator crucial para que as pessoas a desenvolvam, causando um astigmatismo e também uma maior dificuldade de exercer a leitura.

Apesar de ser bastante comum, não há motivos para se preocupar com a Ceracotone, pois o seu tratamento é bastante simples de ser realizado e ela pode ser curada em apenas alguns meses, com os passos seguidos corretamente.

Quer saber mais sobre o tratamento da Ceracotone? Então, continue lendo esse texto até o final e descubra tudo sobre essa enfermidade.

Três tipos de cirurgia para tratar o Ceracotone

Existem três métodos convencionais para se tratar a Ceracotone, dependendo do grau que essa doença se encontra e também de acordo com a idade que o paciente tenha.

Uma primeira Ceratocone cirurgia é a colocação do Anel de Ferrara ou Anel Coreano, que é a simples implantação de anéis corneanos para dar uma força para a córnea e evitar com que ela se rebaixe, prejudicando a visão.

A segunda forma de tratar a Ceracotone é através do Transplante de Córnea, ou seja, dar uma córnea nova para um paciente. Essa cirurgia é mais delicada e somente indicada para os casos nos quais a Ceracotone já está bastante avançada e todos os outro tratamento deram errado. Veja mais em Visare Rio.

Por fim, uma terceira cirurgia para a solução do Ceracotone é a mais nova, sendo criada há apenas 10 anos. É a chamada Crosslinking de Colágeno, a qual, executa a ligação de colágeno através de um elemento denominado riboflavina. Fazendo com que a córnea se mantenha em seu lugar e não atrapalhe a visão de quem sofre com a Ceracotone.