COMO COMPRAR AÇÕES SEM UM CORRETOR

Embora não haja dúvida de que a maneira mais popular e segura de comprar e vender ações seja abrindo uma conta, muitos novos investidores se interessam em saber como comprar ações sem um corretor.

ENTENDA MAIS EM: http://www.power-profit-systems.com/como-comprar-acoes-e-investir-na-bolsa-de-valores/

Se você é uma dessas pessoas que deseja ir por esse caminho, existem formas de como comprar ações sem um corretor com diferentes graus de sucesso – não há nenhuma exigência de que você tem que trabalhar com um corretor para investir em ações ou fundos mútuos, especialmente fundos de ações.

  1. Compre ações diretamente na empresa

O primeiro e muitas vezes mais fácil método de como comprar de ações sem um corretor é em situações em que as empresas patrocinam um tipo especial de programa chamado PCAD, ou Plano de Compra de Ações Diretas.

Estes planos foram originalmente concebidos gerações atrás como uma forma para as empresas para permitir que os pequenos investidores comprar propriedade diretamente da empresa, trabalhando através de um agente de transferência ou administrador do plano responsável por lidar com a papelada do dia-a-dia e transações que normalmente um corretor faria.

  1. Aproveite programas de reinvestimento de dividendos

A próxima melhor maneira de como comprar ações sem um corretor é se inscrever no programa de reinvestimento de dividendos de ações ou DRIP, em inglês.

Os DRIPs permitem que você tome dividendos pagos pela empresa que você possui e resgata-los para comprar mais ações, cobrando taxas ou até mesmo nada dependendo das especificidades do plano individual. Para um estoque típico, que pode pagar um dividendo quatro vezes por ano, que é um monte de transações mais de 25 ou 50 anos em que você não estará pagando comissões e é uma ótima alternativa.

Os programas de reinvestimento de dividendos são muitas vezes associados a opções de investimento em dinheiro que se assemelham a planos de compra direta de ações, para que você possa regularmente ter dinheiro retirado de sua conta corrente ou poupança ou enviar pagamentos únicos sempre que desejar, talvez menos de R$ 100, comprando mais ações de um negócio como se você encomendasse produtos de uma revista.

Como funciona a bolsa de valores

Com o país em recessão muitas pessoas têm procurado por novas formas de melhor os seus rendimentos visto que o tradicional meio, a poupança, não apresenta bons resultados. Dentre as melhores opções, sem dúvida, está o mercado de ações, por isso vale a pena conferir para entender como funciona a bolsa de valores para começar a investir.

Como funciona

Primeiramente deve-se entender que a bolsa brasileira é uma união entre a Bolsa de Mercadorias e Futuros e a Bovespa (Bolsa de São Paulo). As demais bolsas que foram criadas no Brasil passaram a ser incorporadas a bolsa principal com o tempo, ou seja, a primeira bolsa do Brasil que foi a do Rio de Janeiro, hoje faz parte da Bolsa de São Paulo.

Para começar a investir não é preciso ter uma corretora de valores ou de investimentos, pois a bolsa é a responsável por realizar a destruição das ofertas de ações, títulos e fundos, além de realizar a intermediação entre os negociadores, compradores e vendedores.

Exemplo

Entenda como funciona a bolsa de valores por meio desse exemplo:

  • Uma determinada empresa disponibiliza suas ações em troca de capital para realizar projetos e investimentos, ou seja, ela abre capital.
  • Em seguida, as corretoras oferecem essas ações no mercado para os primeiros investidores chamado de mercado primário.
  • Com isso torna-se aberta as negociações para aquisição das ações da empresa que poderá vende-las ou compra-las posteriormente de acordo com suas análises.
  • Posteriormente, o investidor considerado primário pode lançar uma ordem de venda na corretora pelo valor desejado que automaticamente é enviado para o sistema da Bovespa
  • O novo investidor da empresa agora pode realizar a aquisição da ação de modo análogo a venda, ou seja, informa o valor que desejar pagar e automaticamente envia-se essa informação para a bolsa por meio da corretora.

Para finalizar o entendimento sobre como funciona a bolsa de valores, basta ter em mente que negócio é fechado desde que o valor informado na venda da ação seja igual ao valor declarado na compra da ação. Esse mercado é denominado secundário.

Para saber mais, visite: http://www.power-profit-systems.com/como-comprar-acoes-e-investir-na-bolsa-de-valores/